O que precisa de saber sobre os tectos falsos

Os tectos falsos tornaram-se num símbolo de modernidade e de sofisticação nos projectos actuais. Tratam-se de segundos tectos colocados por baixo da estrutura principal que podem servir vários propósitos, tanto estéticos como funcionais.

Em termos estéticos são bastante úteis para ocultar a infraestrutura dos imóveis, superfícies danificadas, aparelhos de aquecimento ou refrigeração, entre outras coisas. Acusticamente, são também uma mais-valia porque absorvem e atenuam os sons, tornando os espaços mais confortáveis.

Temos ainda alguns casos onde separam, virtualmente, áreas com propósitos distintos dentro de um open space. Em vez de uma parede a apartar os ambientes, são usados tectos falsos com volumes diferentes que acabam por transmitir essa informação. A cozinha, por exemplo, pode ter o tecto mais rebaixado em relação ao da sala.

Hoje em dia, os tectos falsos já estão disponíveis numa panóplia de cores, materiais e tamanhos, pelo que é fácil personalizar cada projecto. Para além disso, são construídos com peças pré-fabricadas que são geralmente em gesso, PVC, aço ou alumínio. Nos últimos anos têm vindo a adquirir popularidade pela sua versatilidade, preço económico, sustentabilidade e fácil manuseio.

2.jpg

As suas vantagens

Antes de pôr mãos à obra, vale a pena ponderar os prós e contras concernentes à instalação de um tecto falso. Decidimos começar pelas vantagens. São elas:

• A instalação é fácil: não é por acaso que estes tectos falsos são usados amiúde em superfícies comerciais. A instalação é relativamente fácil e rápida, pelo que há pessoas que conseguem fazê-la sem recorrer a ajuda de um profissional. Contudo, aconselhamos a informar-se junto de quem sabe para garantir a sua segurança e dos seus.

• A remoção é simples: os tectos falsos são fáceis de colocar, mas também de retirar. Imagine que precisa de fazer uma reparação. Num tecto normal, essa obra será muito mais invasiva. Neste caso, podem-se remover os painéis necessários e voltar a colocá-los no fim do trabalho.

• Disfarça elementos inestéticos: como explicámos na introdução, os tectos falsos são utilizados para esconder imperfeições e tubos, cabos eléctricos, vigas, ferragens, entre outras coisas. Contudo, não se deixe enganar. Antes de comprar ou arrendar uma casa com tectos falsos, deve pedir para examinar o interior para se certificar de que não há problemas estruturais graves.

• É económico: os tectos falsos saem muito mais baratos do que estar a levar a cabo demolições ou trabalhos de reparação extensiva. Se o tecto da sua casa não o agrada, basta construir um tecto falso por cima e o problema fica resolvido. Além do mais, a manutenção é também barata.

• Possibilita a instalação de luzes: enriqueça o projecto de iluminação da sua casa através da instalação de LEDs nos painéis do tecto falso.

• Baixa um pé direito demasiado alto: se o pé direito da sua casa é alto e os ambientes se tornam, por isso, menos acolhedores, considere baixá-lo com um tecto falso.

• É uma escolha eficiente em termos energéticos: um tecto falso ajuda a reduzir o calor durante o Verão e o frio no Inverno, moderando assim as contas de electricidade.

3.jpg

As desvantagens

Todas as moedas têm dois lados e há também algumas desvantagens no que toca à utilização de tectos falsos. Saiba quais são:

• Menor resistência: os tectos falsos não duram muito tempo se não forem mantidos com regularidade. Quando descurados, podem descolorar ou ganhar manchas.

• Reduz a altura dos espaços: esta nem sempre é uma desvantagem porque depende do espaço em questão. Em alguns casos, a adição do tecto falso pode tornar determinada área demasiado apertada porque reduz significativamente a altura. Outros há, em que o tecto falso é profícuo para recuperar uma altura excessiva.

• Instáveis em situações extremas: os tectos falsos são mais instáveis no caso de haver um incêndio ou sismo. Os elementos instalados neste tecto podem cair nestas ocasiões.

→ Consulte aqui as nossas dicas e sugestões para as tendências de decoração 2018


Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

code