O que é melhor, viver numa casa como proprietário ou inquilino? (Parte IV)

Comprar ou arrendar casa ficou mais caro nos últimos tempos, o que está a dificultar a tomada de decisão de muitos portugueses. Afinal o que é melhor e/ou mais económico, viver numa casa na condição de proprietário ou de inquilino? A resposta não é fácil de dar, mas tentaremos ajudar-te a decidir.

Se pretende comprar casa assegura-te que está a fazer um bom investimento. Mesmo que pretenda adquirir um imóvel com a(o) namorada(o) ou cônjuge, tem atenção que provavelmente não será “para a vida toda” e pode daqui por uns anos querer vender o imóvel. Por isso, deve assegurar-te que o mesmo tem valor de revenda, fazendo um investimento inteligente. A localização é desde logo um aspeto muito importante a ponderar. De que te servirá comprar um imóvel fantástico e ter problemas com a vizinhança? Se mais tarde pretender vender, esse aspeto será relevante.

E o preço também será significativo: tenta comprar o imóvel ao melhor preço na melhor localização possível. O futuro valor de venda estará assim potenciado.

Tem também atenção ao preço dos imóveis na área, informa-te se estão ou não em queda e verifica qual o preço médio por metro quadrado (m2) na zona circundante, face à tipologia pretendida, e se os eventuais espaços comercias envolventes estão a abrir ou encerrar.

Define o preço máximo que está disposto a dar pelo imóvel e tem em mente a respetiva área útil da habitação, a existência de garagem, arrecadação ou varandas, por exemplo.

Tem ainda em conta a exposição solar, a idade, os acabamentos, aquecimento central, elevador, o tipo de construção, se foi ou não renovado recentemente, piscina, jardim, tudo fatores que diferenciam o preço e poderão ter impacto ao nível do condomínio a pagar.

Mesmo que não tenha filhos, a existência de uma instituição escolar próxima ou acessível e rede de transportes são fatores a considerar.

Poderá ainda recorrer a um mediador imobiliário ou perito para avaliar o imóvel, o que poderá acarretar custos.

Pode consultar o valor patrimonial tributário do imóvel no simulador do Portal das Finanças.

Nesta transação, tem ainda presente que o preço do imóvel poderá ser negociável, devendo refletir vantagem para ambas as partes.

No processo de compra existem, pois, passos importantes a dar. Desde logo definir o montante que está disposto a pagar, as necessidades de crédito e fazer um orçamento, sem esquecer os custos adicionais em que incorrerá… Faz um investimento inteligente!

Este conteúdo é uma reprodução do Idealista News.“O que é melhor, viver numa casa como proprietário ou inquilino? (Parte IV)”. Pode visualizar o artigo na sua integra através do seguinte link: https://www.idealista.pt/news/imobiliario/habitacao/2020/02/28/42578-arrendar-ou-comprar-casa-como-decidir-parte-iv


Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

code