O que 2020 traz de novo na decoração e remodelação

No ano em que o Mars 2020 Rover da NASA começa sua missão para atestar a viabilidade da vida humana em Marte, nos lares dos terráqueos dar-se-á uma pequena revolução no que toca à decoração e remodelação: o menos deixa de ser mais e o maximalismo vai pôr as malas do minimalismo à porta.

O ano será novo, mas marcado pelo regresso ao antigo, pois, como na vida, as tendências na decoração da casa são cíclicas e o início da década de 20 será marcado pela boa nostalgia, o charme do clássico, a natureza, sempre de olho no sustentável. Numa frase: é hora da tua casa abraçar a grandeza: nos conceitos, nos padrões, nas a cores cheias de alma. Mas não te deixes levar por tendências só porque são tendências. Escolhe, apenas, aquilo com que te identificas.

Tendências 2020, divisão a divisão

Na cozinha

É o derradeiro adeus ao cenário de hospital, o reino do branco fechou para obras. 

Armários, e mesmo eletrodomésticos, alvos darão lugar a tons ousados. E o que vale para armários, vale para adereços e prateleiras – embora desvaneça a onda do tudo à vista nas cozinhas, é que torna-se difícil manter tudo arrumado!

As bancadas e extensões serão em madeira ou quartzo, que imita lindamente a mármore com vantagens na durabilidade e facilidade de manutenção.

Em voga estarão as cozinhas monocromáticas, ou seja, concentrar a decoração apenas numa cor.  E vai ser fácil perceber como é que a coisa funciona pois, nas grandes superfícies comerciais de artigos de decoração e remodelação, as cozinhas a uma só cor serão presença incontornável. 

As madeiras serão usadas de formas inovadoras, como por exemplo em exaustores decorativos. 

Os ladrilhos irregulares backsplash serão uma forte tendência. 

As mesas de jantar tradicionais das cozinhas lusas dão vez a mesas mais baixas rodeadas de cadeiras confortáveis e estofadas. 

Adicione-se à cozinha um elemento de fogo, uma salamandra de lenha, ou a pellets, uma biolareira e a cozinha fica bem mais propícia ao convívio.

Na sala de jantar

Vem caindo em desuso esta espécie de divisão museu aberta só em datas especiais, mas, em muitas casas mais velhas – que abundam em Portugal – continua a existir esta divisão de uso residual. Ora isto não faz sentido! Toma o pulso da tua sala de jantar e reanima–a com cores fortes, padrões florais e iluminação convidativa, vive-a, mais que não seja ao fim de semana.

No quarto

Os tons cinza estão de partida e não voltarão tão cedo. Querem-se agora interiores a cores mais arrojadas, formosas, mas não seguras, como a Leonor sobre a verdura do poeta.

Neste espaço privado o veludo é opção em grandes cabeceiras de cama, por exemplo, em cores clássicas, mas com algum drama. Vai um rosa antigo?

A cama com dossel também é aposta. Há nela algo de realeza e, ao mesmo tempo, proteção, um must em 2020 que, como outras tendências deste virar de década, parecerá, à primeira vista, um retrocesso. Todavia, é o regressar ao conforto, ao refúgio, ao selo de garantia do clássico. Sobreponham-se os tecidos: um mais leve e respirável, outro mais encorpado. Mas considera bem o tamanho e a estrutura da cama, para evitar um leito volumoso e pesado.

Faz alarde da tua cama, que ela bem o merece! Dá-te guarida cerca de metade da tua vida. Não vale isto um excelente colchão? E, já agora, um jogo de lençóis do mais catita, mantas felpudas a imitar as peles animais, textura sobre textura, e há uma imensa variedade à escolha – de preferência mantendo os tons na mesma paleta de cores.

Na casa de banho

Tradicionalmente olhada com sobranceria como lugar menor, é, na verdade, um excelente espaço para experimentar e usar cores, materiais e também papel de parede. 

Vem da década passada a tendência de uma casa de banho spa, mas em 2020 este cuidado atinge um outro nível, com os designers a defender a criação de espaços para te cuidar, com bancos forrados, atoalhados relaxantes no toque e na cor, velas acesas sem poupar na cera, e, até, livros enquanto aguardas que a máscara de beleza faça a sua magia.

2020 tem tudo a ver com azulejos e cores ousadas que são uma das melhores maneiras de destacar o WC. O já batido azulejo tipo metro está agora em baixa, depois da massificação. O revestimento no estilo geométrico, e a aparência industrial também perdem força para estes azulejos no tamanho clássico que regressam triunfantes.

Nos pequenos WC sociais, para as visitas, o papel de parede não era já um ilustre desconhecido em 2019, mas agora o seu uso ganha outra dimensão como pano de fundo – com texturas, cenários campestres e, nota bem, a cobrir do chão ao teto – que lá nas alturas pode bem ser ou forrado ou pintado na cor dominante do papel.

Na sala de estar

Sras e Srs, abram alas ao Lord Veludo. Ele pode até não ser pires para todas as chávenas, mas será incontornável em 2020, já que é a mistura perfeita do luxo e do conforto num só tecido. Não que tenhas de ter o clássico estofado verde musgo da casa da avó, mas os designers mergulharam em definitivo na piscina profunda do velvet especialmente em sofás, estofados de cadeiras, cadeirões e chaises longues.

O classicismo está de volta em força, portanto bustos de Camões, estatuetas de Adónis e filósofos gregos, dão perspetiva e história. Usa-os respeitosamente!

Este conteúdo é uma reprodução do Habitíssimo.“O que 2020 traz de novo na decoração e remodelação”. Pode visualizar o artigo na sua integra através do seguinte link: https://projetos.habitissimo.pt/projeto/o-que-2020-traz-de-novo-na-decoracao-e-remodelacao


Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

code