Crédito à habitação resiste à pandemia – novos empréstimos em máximos desde 2008

Nos três primeiros meses do ano, bancos deram mais de 2.800 milhões de euros para a compra de casa. Melhor 1º trimestre desde a crise financeira.

O ano arrancou em força no que respeita aos novos empréstimos para a compra de casa, em Portugal, escapando ainda aos efeitos da pandemia internacional da Covid-19. A concessão de crédito à habitação registou o melhor primeiro trimestre desde 2008 – o ano da crise financeira – nos primeiros três meses de 2020, com os bancos a darem 2.848 milhões de euros de euros de novos financiamentos deste tipo, de acordo com os dados mais recentes do Banco de Portugal.

E em março – mês em que foi decretado o Estado de Emergência em Portugal e o início do confinamento nacional – as novas operações de crédito à habitação fixaram-se nos 952 milhões de euros, valor superior em 4% aos 915 milhões de euros concedidos pela banca para a compra de casa em fevereiro e 9% mais quanto aos 870 milhões de euros concedidos no mesmo mês do ano passado.

No total, entre janeiro e março de 2020, foram financiados 2.848 milhões de euros, o que representa uma subida de 21%, face aos 2.349 milhões de euros emprestados no primeiro trimestre de 2019. Estes resultados foram revelados pelo Banco de Portugal, esta terça-feira, dia 12 de maio de 2020.

Contágio nos meses seguintes 

A subida de financiamento para a aquisição de casa registada em março poderá estar relacionada com o fecho de processos de crédito à habitação em curso, sendo previsível que apenas os dados a partir de abril comecem a refletir um abrandamento no negócio do crédito à habitação.

O relatório do inquérito feito pelo Banco de Portugal aos bancos, referente ao mercado de crédito, divulgado no final do mês passado, apontavam aliás para uma tendência nesse sentido, antecipando uma travagem na realização de novos contratos, seja por quebra na procura, seja porque a banca já anunciou que vai restringir os critérios de concessão de crédito no segundo trimestre deste ano.

Este conteúdo é uma reprodução do Idealista.“Crédito à habitação resiste à pandemia – novos empréstimos em máximos desde 2008″. Pode visualizar o artigo na sua integra através do seguinte link: https://www.idealista.pt/news/especiais/covid-19/2020/05/12/43332-credito-a-habitacao-resiste-a-pandemia-novos-emprestimos-em-maximos-desde-2008


Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

code