Como reformar cozinhas e casas de banho sem obras de fundo

Hoje em dia é possível mudar uma divisão da casa através de revestimentos, pinturas, papel de parede, ou até mobiliário e acessórios de decoração. 

O processo de renovação de uma casa, sendo demorado e sujo, nem sempre é encarado da melhor maneira por grande parte de nós. Mas muitas vezes, na verdade, não são necessárias obras de fundo para dar uma nova identidade a um determinado espaço. Hoje em dia é possível (e mais fácil) mudar uma divisão da casa, seja através de revestimentos, pinturas, papel de parede, ou até mobiliário e acessórios de decoração. 

Existem soluções rápidas, simples, mais económicas e eficazes para se devolver uma nova vida às cozinhas e casas de banho, por exemplo. 

 Sobreposição de revestimentos

Tanto para os pavimentos, como paredes, esta é uma solução bastante viável para os revestimentos já existentes, encontrando-se bastantes materiais de fácil aplicação no mercado. Destacam-se os vinílicos, para pavimentos e paredes, cuja aplicação é realizada em dois dias, sem sujar, e sobre qualquer tipo de pavimento, com exceção da madeira, pois poderá apodrecer e danificar o vinílico.

Podemos ainda optar pela sobreposição de novos revestimentos cerâmicos, se for possível e /ou a aplicação de monomassas como o microcimento, próprio para zonas húmidas e resistente, incluindo para bases de duche.

É importante referir que, para esta solução de sobreposição, é necessária uma verificação do estado das superfícies a sobrepor, pois caso haja presença de infiltrações, deve ser feito tratamento próprio anteriormente. Igualmente importante é o correto nivelamento do novo pavimento, pois poderá interferir com ralos, portas, ou outros elementos, impedindo o seu funcionamento.

Pinturas de superfícies

Igualmente executável de forma rápida e que confere um toque original são as pinturas. Existe uma panóplia de tintas para os mais diversos tipos de superfícies, como azulejos, pisos, madeiras e metais, abrindo portas à criatividade na hora de decidir o ambiente que se pretende criar. Não descurar, ainda assim, do esclarecimento, junto do respetivo fornecedor, relativamente aos cuidados de preparação a seguir, antes da execução da mesma, assim como a tinta a escolher já que se são zonas húmidas que requerem atenção.

Podem ser aplicadas cor lisas, dois tons para criar sombras, ou com desenhos/padrões de forma a tornar o ambiente mais acolhedor e original.

Papel de parede, adesivos e vinil autocolante

Trata-se de soluções de fácil aplicação, limpeza que criam um espetacular impacto visual no espaço. A variedade de padrões e texturas é grande, contudo a imagem poderá ser personalizada, já que grande parte das empresas assim o permitem, tornando-se um grande fomento à criatividade do próprio cliente.

No caso especial do vinil autocolante, destaca-se a sua forte resistência ao calor e às humidades, para além da sua forte utilização para o cobrimento de azulejos existentes, com a disponibilidade de tamanhos, concedida pelas empresas, podendo, ainda assim, serem fabricados à medida.

Para qualquer das anteriores soluções, é obrigatória a respetiva limpeza das superfícies a aplicar, para a correta aderência, com especial atenção aos espaços das cozinhas, devido à acumulação de gordura nas paredes proveniente do cozinhar.

Mobiliário com cor e detalhes

Optando-se por uma solução mais neutra no caso de paredes e pavimentos, o jogo de cor poderá ser utilizado no mobiliário. Caso seja ele novo, ou existente. Escolhendo esta última opção, sempre benéfica do ponto de vista ambiental e criativo, deverá ser realizado a respetiva preparação, pintura e acabamento, ou apenas a substituição das portas adaptadas ao mobiliário existente, conferindo-lhe um novo visual e intemporalidade. Por vezes a simples mudança de puxadores, torneiras, ou a aplicação de autocolantes nas portas dos armários das cozinhas a formar molduras, dá uma nova identidade ao mobiliário e ao espaço.

Peças sanitárias neutras e simples

A escolha certa das peças sanitárias é um ponto importante a ter em conta já que possuem um tempo de vida útil bastante prolongado, não sendo fundamental a substituição constante das mesmas. Como tal, a escolha de modelos neutros, simples e de cores lisas é importante para que seja possível a renovação dos espaços por via de outros elementos, sem que haja a necessidade de investir em novos sanitários e móveis, pois estes tornam-se intemporais se forem bem escolhidos.

Por outro lado, a manutenção das torneiras e tubos deverá ser realizado, evitando possíveis ruturas e substituição desnecessária dos materiais envolvidos.

Personalidade do espaço através da decoração

Os diversos apontamentos decorativos poderão transformar-se igualmente em elementos-chave na obtenção de criatividade e personalidade dos espaços.

A iluminação, a decoração das paredes, como aplicação de pratos nas cozinhas e aplicação de espelhos decorativos e gravuras nas casas de banho, a utilização de plantas que se adequem à atmosfera do espaço, pequenas peças decorativas, têxteis como as toalhas, entre outros, são alguns dos exemplos que farão a diferença na hora de conferir conforto àqueles espaços Sempre que possível, promove-se a reutilização de peças existentes através por exemplo de uma nova pintura, conferindo nova vida e propósito ao objeto que está numa sala perdido e que não tem qualquer impacto nesse ambiente, pode ser diferenciador numa cozinha ou no WC, tais como, um espelho em talha dourada, um quadro ou mesmo um candelabro de cristal.

A diferença está no detalhe e na identidade que pomos bem como no que queremos vivenciar no nosso espaço no dia a dia.

Este conteúdo é uma reprodução do Idealista News.“Como reformar cozinhas e casas de banho sem obras de fundo”. Pode visualizar o artigo na sua integra através do seguinte link: https://www.idealista.pt/news/decoracao/espacos/2021/02/11/46249-como-reformar-cozinhas-e-casas-de-banho-sem-obras-de-fundo


Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

code