Como dar um aspeto moderno à sua casa

Nem nórdico, nem clássico, nem vintage… Se é um verdadeiro modernista, daqueles de última geração, a decoração da sua casa merece estar à altura. Compilamos neste post, 7 coisas que não podem faltar numa casa moderna. Esperamos que lhe dê tempo a implementá-las, antes que passem de moda. 

O dicionário diz que é “moderno” tudo o que for “considerado contraposto ao clássico”, mas isso engloba tanta coisa que, falando de decoração, seria algo semelhante a uma festa de estilos, mais próxima ao eclético do que qualquer outra coisa. 

Se tentarmos fechar um pouco mais o círculo, podemos dizer que um lar mesmo moderno seria um que respondesse a uma visão global e totalmente diferente da vida e, portanto, do uso ou funções que tem a nossa casa. Sabemos, soa demasiado ambíguo e, é por isso, que vamos simplificar estas ideias. Tire notas!

1. Um lar sem barreiras

Um lar moderno não pode estar cheio de corredores ou labirintos que impeçam a chegada de luz natural ou dificultem a interação dos seus habitantes. Assim, uma forma de tornar nosso lar mais moderno seria derrubar divisórias desnecessárias e começar a desfrutar de espaços mais polivalentes. Cozinhas abertas para a sala, dormitórios com área de higiene pessoal ou closets… 

O tempo das janelas pequenas, acabou. As tendências mais vanguardistas impõem-nos grandes janelas, paredes de vidro ou portas de correr que se abrem e fecham, quando dá jeito. O objetivo é uma casa aberta, funcional e luminosa, independentemente do seu tamanho.

2. Uma casa em harmonia com o meio ambiente 

Uma casa moderna não pode ser uma casa que não siga uma vertente mais ecológica. E isto tem muitas aplicações que qualquer um pode começar a colocar em prática, na sua casa. Desde reduzir o consumo de água e energia elétrica, com novas torneiras com arejadores, até voltar a pintá-la com tinta de silicato, muito mais saudável do que a tradicional. Evite a entrada de frio e calor em casa, com um bom isolamento térmico, que lhe permita, por sua vez, economizar no consumo de energia. E não tenha medo em investir em novas energias, como as caldeiras de biomassa ou painéis solares. 

Sabia que os LEDs consomem 30% menos que as lâmpadas clássicas? Muitos dizem que são a luz do futuro. Já sabe, uma casa eficiente.

3. Projetada para ser moderna

Estamos a referir-nos a uma das casas mais modernas que pode encontrar. São as casas pré-fabricadas. O seu processo de construção é mais rápido e limpo do que o das convencionais. E a sua eficiência energética e conforto, máximos. 

Casas equipadas com domótica que se controlam a partir de dispositivos móveis. Sistemas de ventilação de duplo fluxo e muito uso de madeira. Além disso, são casas, cujo preço está fechado desde o início para evitar surpresas desagradáveis, no custo final. Um bom investimento se partir do zero.

4. O efeito da cor

Além de influenciar o nosso estado de espírito, a cor de qualquer divisão, pode contribuir para a tornar mais contemporânea. Se divisão for pequena, parecerá maior se a renovar com tons de branco, bege ou amarelo. Se for grande, pode pintar uma com um tom mais escuro, assim vai equilibrar. E se o que lhe falta é luz, ouse com cores mais luminosas ou pintura reflexiva. 

O último são as pinturas livres de compostos orgânicos voláteis ou com um índice muito baixo. Ou as pinturas foto-catalíticas que usam a luz para eliminar a contaminação ou sujidade do ar, reduzindo as baterias.

5. Os têxteis, grandes aliados

Se sua casa precisa de uma lufada de ar fresco, para ficar mais atual, basta trocar os tecidos e conseguirá uma mudança radical e simples. Desde encomendar uma capa nova para o sofá, a fazer alguma poltrona, comprar um tapete novo ou mudar de cortinas. Este ano, as tendências exibem cores fortes e mistura de estampados. 

As fibras naturais são uma alternativa sustentável às sintéticas. Algodão, linho ou seda são algumas das fibras mais comuns. Desta forma, se alterar os tecidos de casa, olhando para o futuro, será mais consciencioso.

6. Um projeto proporcional ao que a sua carteira permite

Uma casa vanguardista não pode privar-se do design. Design de espaços, design de interiores, mobiliário de design… De acordo com o seu orçamento, este conceito entra mais ou menos, na sua casa. Alguns, ficarão contentes com simplesmente uma lâmpada com selo próprio, uma banheira livre de alguma marca específica e, outros, em contrapartida, podem “desenhar” um quarto como a da foto, em que da cama à piscina há uma distância mínima de 3 metros. Modernas serão as duas casas, isso sim, em diferentes proporções. 

7. Não pode faltar a arte

As casas modernas gostam de se vangloriar do seu conhecimento pela arte. Especialmente a arte moderna. Por isso, uma boa forma de fazer um lifting com elas e rejuvenescê-las para que pareçam mais modernas é a utilização de gravuras ou pinturas originais. É importante que não sature as paredes, nem as atafulhe com cores, porque dessa forma, provocará o efeito contrário. Não importa se escolher peças grandes, mas decida sempre com cautela a sua localização. 

Já se vê que o conceito de “moderno” é muito versátil e como o “Karma” se pode ligar a ele, de diversas formas. Tudo depende do seu gosto pessoal e por que não dizer, de quão grande seja a sua carteira. 

Este conteúdo é uma reprodução do Habitíssimo.“Como dar um aspeto moderno à sua casa”. Pode visualizar o artigo na sua integra através do seguinte link: https://projetos.habitissimo.pt/projeto/como-dar-um-aspeto-moderno-a-sua-casa


Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

code