10 dicas de decoração para ter uma bonita sala de estar inspirada no outono

Apesar dos bonitos dias de sol, o tempo frio está mesmo aí à porta. E está na altura de começarmos a pensar em preparar a nossa casa para o receber da melhor forma. Com o outono instalado “de armas e bagagens, podes sempre tornar a sala de estar mais confortável e acolhedora, perfeita para longos dias passados em casa.

Deixamos-te 10 dicas de decoração fantásticas, inspiradas nesta nova estação do ano.

1. Cores terra

Os tons terra são muito associados ao outono, e são fáceis de conjugar em qualquer sala. Basta usar têxteis e tapetes com cores como o preto, bege e terracota. Acrescenta alguns toques avermelhados para fazer a ponte com a mudança das folhas, tão típica da estação.

2. Lareira na sala

Não há nada como passar as tardes frias junto à lareira. Começa a prepará-la para o outono, armazenando a lenha no local correto e guardando as pinhas (se as usares). Assim, para além de decorar a casa remetendo para o outono, estarás também preparado para quando o tempo frio chegar.

3. Têxteis para conforto

Quem não gosta de se enroscar numa manta quentinha enquanto ouve o vento e a chuva lá fora? Não deixes os sofás despidos nesta estação e aposta em têxteis como tapetes felpudos ou mantas macias em tons de laranja, vermelho ou terra.

4. Almofadas e mais almofadas

As almofadas são as protagonistas de uma boa decoração de outono, pelo que deverás apostar em almofadas com texturas macias e diferentes tamanhos. Usa cores como o verde, o terra e o amarelo ou aposta em motivos florais para decorar.

5. Tapetes

Um bom tapete ficará perfeito na sala durante a época fria. Podes usar qualquer tipo de tapete, de preferência nas cores da estação. Esta peça de decoração é perfeita para ajudar a aquecer o espaço e delimitar visualmente divisões da casa.

6. Luz em abundância

A luz natural deve ser sempre valorizada. Assim, evita colocar cortinas demasiado pesadas e aposta em tecidos leves e que deixem entrar a luz natural. Se a sala for naturalmente mais escura, aposta na decoração artificial, criando pontos de luz suave para tornar o ambiente mais confortável.

7. Plantas de outono

Algumas plantas são mais apropriadas e resistentes, perfeitas para a estação fria. Assim, aposta em heras, crisântemos, lavanda e amores-perfeitos para decorar a casa e ter assim um toque da natureza dentro de portas.

8. Materiais naturais

Um dos pontos-chave de uma sala outonal são os materiais utilizados na decoração. Assim, aposta na madeira, vime, parquet e fibras naturais como o algodão. Estes materiais trarão uma sensação de maior aconchego à sala de estar.

9. Frutos secos e pinhas na decoração

Os frutos secos e as pinhas estão muito associados ao outono, e por isso são a decoração perfeita para esta época. Experimenta colocar algumas avelãs e pinhas num jarro alto, que pode ser usado como centro de mesa, ou espalhar algumas castanhas e nozes em locais estratégicos.

10. Velas aromáticas

Quando pensamos em conforto e aconchego, pensamos em velas e mantas. Procura espalhar algumas velas aromáticas pela sala, com cheiros e cores que remetem para esta estação do ano. Acende as velas ao serão para criar ambiente e perfumar ao mesmo tempo a sala.

Este conteúdo é uma reprodução do Idealista News.“10 dicas de decoração para ter uma bonita sala de estar inspirada no outono”. Pode visualizar o artigo na sua integra através do seguinte link: https://www.idealista.pt/news/decoracao/espacos/2020/10/13/44895-10-dicas-de-decoracao-para-ter-uma-bonita-sala-de-estar-inspirada-no-outono

Como preparar a casa para o outono: torne o seu lar ainda mais acolhedor

Sabe como preparar a casa para o outono? Siga as nossas sugestões e deixe a nova estação entrar a sua casa. Depois é só desfrutar do conforto do lar.

Mesmo que não lhe agrade muito, a verdade é que os dias frios já se fazem sentir, por isso, faz todo o sentido começar a pensar como preparar a casa para o outono.

Isto é, como trazer o calor para dentro de casa em objetos, cores e tecidos bem aconchegantes. Encha a casa de aromas deliciosos que convidam ao conforto e aos dias de chuva e frio, passados no sofá, embrulhado em mantas fofas e com canecas de chá quente em abundância.

Siga as nossas dicas e saiba como preparar a casa para o outono.

Como preparar a casa para o outono: sugestões aconchegantes

Casa de banho

Com a chegada do tempo mais frio, uma das divisões que se torna mais desconfortável é mesmo a casa de banho. Só pensar em tomar banho arrepia e, por isso, é importante contrariar o frio que normalmente carateriza este ambiente.

Investir em tapetes quentes, toalhas fofinhas e, até, numa cabine de duche pode ser uma forma de conseguir climatizar esta divisão, tornando-a mais acolhedora e recetiva a banhos revigorantes (sem pele de galinha)!

Alpendre

A varanda ou o espaço aberto que tiver em sua casa não tem de ser exclusivamente usados nos dias quentes e de sol. Também nas estações frias como o outono ou mesmo o inverno, é possível usar estas áreas, desde que estas sejam devidamente isoladas, protegendo da chuva e do vento, mas deixando a luz entrar.

Crie uma espécie de jardim de inverno e vai ficar surpreendido com as potencialidades que esta divisão pode ter, mesmo durante estas estações mais frias.

Elementos quentes

Para além de verificar se todas as janelas e portas da casa estão devidamente calafetadas, é importante complementar a decoração do seu lar com objetos que funcionem como elementos caloríficos. Referimo-nos a velas, mantas e tapetes em materiais e cores quentes.

No caso das velas, podem ainda ser intensificadas com aromas mais intensos como a baunilha, o chocolate ou a canela. Se tiver uma lareira, então não hesite em usá-la. Não há nada que dê maior sensação de conforto do que este elemento que aquece e ainda cria um ambiente único.

Mantas e almofadas

As mantas são as melhores amigas do outono. Elas ajudam a combater aqueles primeiros serões mais frios, onde ainda não se justifica ligar o aquecedor, mas a temperatura já está ligeiramente mais baixa e, pelo menos os pés ou as pernas, precisam de um conforto extra.

Selecione mantas quentes, que não agarrem muitos pelos e que tenham cores e padrões que se enquadrem na decoração. Assim, não terá de as guardar nem esconder, podendo tê-las facilmente acessíveis, por exemplo sobre o sofá.

Quem fala em sofá e mantas, pensa-se também em alguns cochilos e, por isso, nada melhor do que almofadas à altura para encostar a cabeça e, quem sabe, repousar por uns minutos ou mesmo horas.

Escolha almofadas de tecidos sobretudo macios e suaves para garantir o máximo conforto.

Cozinha

Se no verão, não é muito apetecível ligar o forno e preferimos saladas bem fresquinhas, que nem exigem que se ligue o fogão, a verdade é que no outono começamos a desejar aquela comida confortável, que aconchega o estômago e a alma.

Dê uso ao seu forno, cozinhando pizzas ou assados de carne e peixe. Enquanto isso, prepare as tradicionais compotas de outono, usando os melhores produtos, típicos da época.

Mudança de roupa

A mudança de uma estação quente para uma estação fria implica sempre a substituição da roupa mais fresca pela roupa mais quente.

Esse pode ser um processo feito por partes e não levado a cabo num só dia e deve aproveitar esta tarefa para fazer uma limpeza no seu guarda-roupa, doando as vestes que já não usa e ordenando o armário por cores ou tecidos, de forma a tornar-se mais fácil encontrar a peça que procura.

Tapetes

No outono, os tapetes são especialmente importantes, pois ajudam a combater o frio e dão aquela sensação única de conforto e aconchego aos ambientes. Por essa razão, é importante selecionar tapetes bem fofos e quentes (em malha, flanela ou lã) e distribuí-los por áreas chave como a sala de estar, especialmente a zona próxima do sofá.

Nada como estar sentado a assistir TV, a beber um chá bem quente e com os pezinhos pousados num tapete super suave e macio.

Flores

As plantas e flores não têm de ser um exclusivo da primavera. Há espécies que se adaptam ao clima outonal e podem trazer outra cor e vida ao ambiente de sua casa. Falamos de amores-perfeitos, crisântemos e dálias que podem trazer um conforto e aroma únicos ao seu lar, pontuando de natureza.

Pode também aproveitar para fazer arranjos criativos com as folhas secas da estação, envernizando-as, pintando-as e até emoldurando-as, dando uma graça muito própria ao espaço.

Cores quentes

Quer seja na pintura ou no papel de parede, quer seja nos apontamentos e objetos decorativos, os tons quentes ajudam a tornar os espaços mais aconchegantes.

Castanhos, vermelhos e laranjas estão no topo da lista, mas também o amarelo é presença obrigatória, especial os amarelos torrada e mostarda.

Madeiras

Não há material que combine melhor com o outono do que a madeira. Seja como revestimento da casa, seja no mobiliário, a madeira traz aconchego e tem a grande vantagem de se poder reciclar vezes sem conta, envernizando-a ou pintando-a.

A entrada na nova estação pode ser uma boa altura para recuperar algumas peças que tenha guardadas aí por casa e, com uma leve recuperação, ganhem outra vida e possam dar até um toque vintage à decoração.

Agora que já sabe como preparar a casa para o outono, comece a reciclar materiais e objetos e a ir ao baú buscas as mantas e os edredões guardados. Substitua o que estiver velho, mas aposte essencialmente na reciclagem, pois ela combina em muito com esta nova estação.

Ponha em prática os ensinamentos de como preparar a casa para o outono e dê as boas-vindas a esta belíssima estação.

Este conteúdo é uma reprodução do Idealista News.“Como preparar a casa para o outono: torne o seu lar ainda mais acolhedor”. Pode visualizar o artigo na sua integra através do seguinte link: https://www.e-konomista.pt/como-preparar-a-casa-para-o-outono/

7 ideias fantásticas de decoração boho chic para a sua casa

Já conhece o estilo de decoração boho? Trata-se de um estilo decorativo eclético e que usa a mistura de peças, padrões e texturas para criar ambientes únicos e muito pessoais. Podem ser usadas peças modernas, vintage, cores fortes ou neutras, padrões… com este estilo, não há limites à imaginação! Conheça um pouco melhor o boho chic:

Pequenos toques boémios

Se gosta da decoração estilo boho mas não se sente bem a criar ambientes com muitos elementos, não desespere! Com apenas algumas cores conseguirá criar uma decoração com toques divertidos e personalizados. Nesta imagem, o efeito boho é conseguido através dos quadros coloridos, das peças de decoração e através do pequeno banco com padrão em cor-de-rosa. Usaram-se apenas três cores (rosa, cinza e branco), mas não se falhou o objetivo!

Mistura de padrões

A presença de padrões é uma das características deste estilo decorativo, que gosta de ousar e combinar peças menos convencionais umas com as outras. Nesta sala de estar, o amarelo é emparelhado com outros tons quentes, como o vermelho, criando-se assim um contraste e ao mesmo tempo uma coesão no espaço. A presença dos tapetes grandes ajuda a trazer o boho ainda mais para a decoração.

Texturas e mais texturas

Em muitos estilos decorativos, a mistura de texturas é essencial, e o boho não é exceção. Procure combinar diferentes texturas para criar um ambiente único e agradável. Na imagem, podemos ver a forma como o cabedal dos sofás combina na perfeição com a textura da madeira da mesa de centro e com a parede em tijolo. O destaque vai ainda para a viga exposta, de onde sai a iluminação. Um sonho!

Mobiliário que não combina…à primeira vista

Quem não tem olho para a decoração pode cometer o erro de escolher peças de mobiliário muito certinhas e que combinam umas com as outras em termos de cor e formatos. Mas pode conseguir um espaço incrível misturando diferentes peças, mesmo que sejam de diferentes épocas e estilos. Um sofá mais moderno pode combinar na perfeição com cadeiras mais étnicas, com mesas rústicas e com tapetes multicoloridos. E se precisa de provas, basta olhar para o exemplo!

Linhas diferentes

Para uma decoração mais disruptiva, procure combinar linhas diferentes, como os redondos e as linhas direitas. Na imagem, a presença de candeeiros e um banco suspenso em redondo contrastam com a decoração feita de protas antigas e o sofá de linhas mais direitas. Unifique tudo com elementos de conforto, como mantas e tapetes, e conseguirá uma sala de estar muito personalizada.

Use a cor para seu proveito

Use a cor das peças de mobiliário e decoração para destacar ainda mais o estilo boémio da sua casa. Procure combinar cores mais suaves com peças mais fortes, mantendo a base, como as paredes e chão, em tons neutros. Pode seguir o exemplo da imagem acima e apostar em tapetes e almofadas de estilo étnico e dar os toques finais com peças ecléticas, como ilustrações botânicas e cerâmica com padrões e cores diferentes.

Simplicidade boémia

As plantas são também uma parte importante do estilo boho, podendo e devendo ser plantadas em vasos de diferentes tamanhos e formatos para complementar a decoração. Depois, com algumas almofadas coloridas, uma mesa de centro original e com textura e com uma ilustração em tamanho grande na parede, consegue um espaço boho de forma fácil, mas nem por isso menos estilosa.

E você, também é fã do estilo boho chic? Diga-nos nos comentários o que acha deste estilo decorativo!

Este conteúdo é uma reprodução do Habitíssimo.“7 ideias fantásticas de decoração boho chic para a sua casa”. Pode visualizar o artigo na sua integra através do seguinte link: https://projetos.habitissimo.pt/projeto/7-ideias-fantasticas-de-decoracao-boho-chic-para-a-sua-casa

Outono 2020: Eis as tendências de decoração que deve seguir

É certo que existem muitas incertezas associadas ao próximo outono que se aproxima…teremos ou não de voltar a ficar confinados? Falamos de uma segunda vaga de pandemia ou vamos conseguir controlar? Que tipo de regras vão ditar a nova estação, marcada pelas famosas gripes e outras doenças infeto contagiosas? Para isto ninguém tem resposta, de facto. Mas uma coisa é certa: pode sempre apostar em fazer um upgrade à decoração de sua casa, seguindo as tendências de decoração outono 2020 e tornando-a num espaço bem agradável e prazeroso para estar! 

Nós damos uma ajuda e partilhamos consigo uma mão cheia delas. 

1. Brinque com as formas geométricas 

Se há coisa que a estação outono 2020 vai ‘pedir’ em termos de decoração são as formas geométricas. Este vai ser o verdadeiro ‘hit’ da temporada, que deve de alguma forma incorporar na sua casa! Tudo isto se deve a uma inspiração na arte abstrata, o que vai fazer com que as suas divisórias se tornem mais charmosas por um lado, mas também mais divertidas por outro. ‘Brinque’ com diferentes formas, que podem ser combinadas e podem aparecer coloridas ou em blocos. Além de que se torna uma ótima alternativa para quem gosta de um toque de personalidade na decoração de sua casa.

2. Conforto como prioridade

Outono é sinónimo de dias mais frios, alguns chuvosos e por isso menos vontade de sair de casa. Para que esta vontade esteja em sintonia com o nível de conforto que sente, não deve mesmo abdicar de tudo o que torne o seu ninho o mais acolhedor possível! Quando se pensa em tardes de outono em casa pensamos logo no nosso sofá, manta, televisão e uns biscoitos com chá, pelo que a sala e o quarto devem ser os principais alvos quando se fala de tornar os espaços mais confortáveis. Não tenha qualquer receio de ‘abusar’ das camadas de conforto, como cobertas, almofadas, puffs, mantas, tapetes, entre outros. Garanta apenas que consegue manter a sua limpeza e higienização de forma a minimizar a possibilidade de aparecimento de poeiras e ácaros. E sim, a lã e os tecidos tricotados são igualmente válidos e desejáveis até! 

3. Cores outonais

As paletes de cores no que toca as tendências decorativas acabam sempre por variar um pouco de ano para ano. E no outono de 2020 isso não é exceção. A ‘regra geral’ está lá – combinação com a natureza e suas características, mas existem algumas variações que importa conhecer. Falamos de tons mais amadeirados, como castanho, acastanhado e outros terrosos que, no fundo, transportem o nosso imaginário para a terra húmida e folhas que vão caindo lá fora, juntamente com o verde mais escuro, fazendo lembrar o musgo e com o verde mais pálido, semelhante às folhas já desbotadas. O cinza, branco, e o azul escuro parecem chegar em força nesta nova estação bastante força, mas não devemos esquecer as cores novas que aparecem na paleta do outono em 2020, como o rosa, o roxo, o vermelho mais fechado, o preto e o branco.

4. Materiais naturais 

Falando agora de materiais como tendências de decoração outono 2020 que deve seguir, não podemos deixar de falar em materiais que ajudem a criar sensações e a transmitir energias – estes são os grandes objetivos destas tendências. Como tal, o seu guia deve ser novamente a palavra ‘conforto, conforto esse que pode ser transmitido através da colocação e utilização de móveis de madeira, que ajudam a aquecer o ambiente, com materiais como couro e tecidos aveludados, que contribuem para a sensação de calor, assim como outros materiais orgânicos que ajudam a definir e a finalizar o ambiente. Interessante perceber ainda que, apesar de parecer estranho e antagónico, os materiais mármore e cobre, integram a lista das tendências decorativas outono 2020, mas em vez de aparecerem nos tradicionais acabamentos de móveis e pisos, serão utilizados em detalhes de armários e até papéis de parede.

5. Cozinhas monocromáticas, mas fortes

Terminamos com uma sugestão para as cozinhas, um espaço tremendamente utilizado numa estação mais fria para cozinhar e preparar umas belas iguarias outonais. E se até agora estava muito em voga as famosas cozinhas brancas, saiba que elas estão perto de desaparecer para darem lugar a versões mais ousadas e coloridas, ainda que monocromáticas. Espere cozinhas em tom único, mas mais forte e imponente. Não será, por isso, estranho, ver cozinhas com armários em cores como verde musgo, vermelho mais fechado ou outros tons terrosos, combinados depois com paredes mais claras e neutras.

Este conteúdo é uma reprodução do Habitíssimo.“Outono 2020: Eis as tendências de decoração que deve seguir”. Pode visualizar o artigo na sua integra através do seguinte link: https://projetos.habitissimo.pt/projeto/outono-2020-eis-as-tendencias-de-decoracao-que-deve-seguir

Tendências de decoração para o outono: uma oportunidade para repensar o exterior

É hora de renovar a casa e dar as boas-vindas à nova estação do ano.

O outono está aí à porta. E o melhor será mesmo deixar de lado a nostalgia de verão e começar a preparar a casa para a nova estação do ano. Não serão necessárias grandes obras ou mudanças, mas qualquer pormenor ou detalhe pode fazer a diferença, sobretudo agora, em tempos de pandemia, que passamos naturalmente mais tempo em casa. 

Deixamos-te algumas dicas de decoração que podes facilmente pôr em prática. 

Aquecer a casa

Com o tempo mais frio apetece sempre ligar o aquecimento, pegar numa manta e ver um filme ou uma série. Por isso, se tiveres uma lareira em casa, começa a tirar proveito dela. Se não tiveres, não te preocupes: existem inúmeras soluções de aquecimento que podes ter em casa, como salamandras ou até mesmo aquecedores elétricos que imitam recuperadores de calor. A escolha é tua.

Decorar com frutos de outono

Uma decoração de casa feita com elementos naturais nunca sai de moda, e não há melhor maneira de receber o outono do que usar os seus frutos para acolher a estação na tua casa. Coloca alguns frutos secos, como nozes, em pequenas jarras e espalha-as pela casa, ou coloca alguns cestos com pinhas em locais estratégicos. Podes também usar algumas abóboras para decorar o espaço, pintando-as com chalk paint, forrando-as com o teu papel preferido, ou deixando-as ao natural.

Plantas ideais para esta estação

Todas as estações do ano são boas para ter plantas dentro de casa. Mas se queres dar um toque outonal ao espaço, e garantir que as plantas vão resistir também ao tempo mais frio, escolha espécies como heras, crisântemos, lavanda e hibisco. Todas elas são bonitas e conseguem suportar temperaturas mais baixas, pelo que são também perfeitas para ter no inverno.

Criar um spa nórdico na casa de banho

Com o frio, tomar banho pode-se tornar um pouco mais difícil, mas há solução. Aposta em aquecedores para a casa de banho, para que o possas ligar minutos antes de entrar na banheira, ou instala um aquecedor de toalhas. A sensação de uma toalha quentinha depois de um banho é maravilhosa. Para dar um toque de spa nórdico à tua casa de banho, por exemplo, aposta em elementos em madeira.

Pensar no exterior da casa

A varanda ou terraço vai ficar um pouco mais frio, mas existem formas de poder desfrutar deles todo o ano. Cria um espaço mais aconchegante com plantas e mantas e têxteis quentinhos. Se a temperatura baixar muito, podes sempre colocar um cogumelo de aquecimento a gás ou um aquecedor tradicional no espaço. A palavra de ordem é conforto.

Este conteúdo é uma reprodução do Idealista News.“Tendências de decoração para o outono: uma oportunidade para repensar o exterior”. Pode visualizar o artigo na sua integra através do seguinte link: https://www.idealista.pt/news/decoracao/conselhos/2020/09/10/44558-tendencias-de-decoracao-o-outono-2020-uma-oportunidade-para-repensar-o-exterior

11 erros de decoração da casa que deve conhecer (e evitar)

Sabemos que não é por mal, mas existem alguns erros de decoração da casa mais comuns que deve mesmo evitar, para que a divisão fique como pretende.

Seja por inexperiência, desconhecimento ou simplesmente porque o “bichinho da decoração” não nasceu connosco, existem alguns erros de decoração da casa mais comuns que devemos evitar a todo o custo e que vão ter grande impacto no ambiente final do nosso lar.

Erros de decoração da casa: os mais comuns

  1. Não planear

Alerta vermelho, vermelho, vermelho! Não adianta querer implementar um determinado tipo de decoração simplesmente porque viu algures e gostou. É necessário todo um trabalho de planeamento de investigação para verificar se no caso específico da sua casa vai ficar bem.

Comprar objetos aleatoriamente para colocar na casa, 99% das vezes não resulta bem e é, por isso, outro dos erros de decoração da casa mais comuns e que deve evitar.

2. Não medir

Quem nunca cometeu este erro que ponha a mão no ar. Viu uma promoção espetacular de um móvel que adorou e o seu instinto foi aproveitar de imediato essa redução.

Eis que quando chega a casa, essa peça não cabe onde a tinha pensado colocar. Sabe porque é que isto acontece? Porque cometeu outro dos erros de decoração da casa mais comuns: não tirou previamente as medidas.

Nota mental: este passo é indispensável! E deve medir não só o espaço como ter em conta cantos, relevos de rodapés e afins. Por vezes, bastam 2 centímetros de diferença para que a peça já não caiba.

3. Objetos e mobiliário com falta de dedicação

Não maltrate os seus itens de casa! Este é sem dúvida um dos grandes erros de decoração da casa mais comuns. Se há coisa que afeta o feng shui dos espaços e mesmo o estado de espírito é chegar a uma casa com mobiliário maltratado.

Uma coisa é o desgaste natural das coisas, outra são sinais bem visíveis de uma gestão irresponsável e desleixada. Trate das suas coisas como trata de si, só isso já vai melhorar muito o resultado final!

4. Não seguir uma linha de decoração

Sim, é verdade que pode (e deve) misturar mais do que um estilo decorativo. O problema é que as pessoas acabam por fazê-lo de forma ad hoc e não pode ser assim. É necessário ter alguns conhecimentos do que liga bem com o quê e o que funciona no espaço a decorar.

Na dúvida, peça a opinião de um especialista! Caso contrário, pode cair no erro de ter uma casa “poluída”.

5. Má escolha das cores

Especialistas no tema referem que:  “ambientes decorados com cores neutras podem ser elegantes, mas, se não houver uma boa composição, podem também deixar os ambientes muito monótonos. O contrário também é válido, ambientes com muita informação de cores tornam-se carregados e não convidativos à permanência”.

É por isso que esta questão é absolutamente fulcral na decoração de uma casa e não deve ser escolhida com leveza.

Faça testes de cor, informe-se com especialistas, peça amostras e só depois de tudo isto deve partir para a pintura propriamente dita. Acredite que vale a pena, para depois não se fartar rapidamente do que tem ou sequer para se arrepender.

6. Itens a mais

Não compre por impulso! Este é um erro de decoração da casa mais comuns e que deve evitar a todo o custo. Uma casa cheia de quinquilharia, de objetos que nem conseguem respirar não vai resultar, nem vai conseguir transmitir o ambiente que pretende com tanta coisa lá dentro.

Mesmo que tenha peças de qualidade nem vão sobressair com tanto para gerir e expor.

7. Esquecer da iluminação

A iluminação é fundamental para o efeito final da decoração, até porque tem o poder de valorizar ou prejudicar o seu ambiente ou anulá-lo.

Pense sempre muito bem na iluminação correta para cada ambiente. Tipo de candeeiro, intensidade da luz, altura do mesmo, tudo. Considere todos os pormenores.

8. Excesso de furos na parede

Tenha cuidado com as suas paredes. É muito comum ir furando as paredes para pendurar quadros ou enfeites e depois retirar. O que acontece é que a parede vai ficando cheia de pequenos buracos e de marcas feias que se notam a olho nu.

Para si pode até passar despercebido, por estar habituado, mas acredite que quando se entra numa casa pela primeira vez ou poucas vezes, esses pormenores saltam logo à vista, e podem ser a “morte do artista”.

Evite fazer muitos furos e, se fizer um indevido, trate de o tapar de seguida e de tratar da parede.

9. Ser descuidado com as plantas

Outro dos grandes erros de decoração da casa mais comuns: ter plantas só porque sim e não ter nenhum cuidado com as mesmas. Para isso é preferível ter plantas artificiais! As plantas naturais exigem cuidado, tempo, dedicação e sim, carinho!

No limite, escolha plantas que exijam o mínio dos cuidados (mas terá sempre de ter algum). Caso contrário, entre uma planta infeliz e maltratada e nada, é preferível optar por outro objeto.

10. Ambientes desorganizados

Não deixe as coisas fora do lugar! Depois de usar, volte a arrumar: este deve ser o lema!

Ter tudo desorganizado vai arruinar toda a decoração de sua casa, além de afetar o seu estado de espírito e mandar embora a vontade de estar em casa e usufruir do espaço.

Além disso, incentive a participação de todos nas tarefas de organização e arrumação.

11. Não garantir espaço de circulação

Esta dica é fundamental! Garanta que entre a disposição dos móveis e itens de decoração lá em casa fica sempre uma margem, margem essa confortável, para a passagem das pessoas. Não vai querer que a sua casa pareça um cubículo desorganizado e sem qualquer graça, pois não?

Até pode ter a sorte de ter divisões bem grandes, mas se o espaço estiver mal distribuído e sem áreas limpas de passagem, vai, garantidamente, parecer bem mais pequeno.

Este conteúdo é uma reprodução do E-Konomista.“11 erros de decoração da casa que deve conhecer (e evitar)”. Pode visualizar o artigo na sua integra através do seguinte link: https://www.e-konomista.pt/erros-de-decoracao-casa/

Ideias de decoração para transformar a varanda ou pátio num lugar de sonho

Criar uma área de descanso, por exemplo, tornará o local mais aprazível.

Em tempos de pandemia, que obrigam a um maior recolhimento, as varandas ganham uma importância acrescida, apresentando-se como um dos espaços da casa mais relevantes na vida das pessoas e das famílias. São, de resto, um ponto de ligação com o mundo exterior, assumindo cada vez mais o papel de área alternativa para respirar ar puro.

Enquanto extensões da casa para o exterior, podem ser cobertas ou descobertas, ter funções de lazer enquanto prolongamento da zona de estar e/ou quartos, ou prolongamento da cozinha com funções de serviços, designadamente, estendal de roupa, dissimulação de aparelhos de ar condicionado, entre outros. 

Deixamos-te algumas ideias para aproveitares esse espaço da casa. 

  • Aproveitar uma das paredes ou recanto para instalar um jardim vertical, com as tuas plantas favoritas ou fazer um jardim de aromáticas.
  • Para rentabilizar o espaço e suprimir a necessidade de arrumos pode criar nichos de arrumação, através da escolha de mobiliário, como por exemplo bancos, caixas, armários, estantes.
  • Criar uma área de descanso com sofás, ‘puffs’ e com alguma decoração a teu gosto, tornará o local mais aprazível. Pode criar ainda uma zona de refeição com a colocação de mesa e cadeiras, para desfrutar de uma refeição ao ar livre e conviver com os amigos e família.
  • Se quiser garantir alguma privacidade, poderá recorrer a uma de entre as várias soluções disponíveis no mercado, com vegetação, telas a aplicar nas guardas, biombos, painéis metálicos, canas de bambu.
  • A segurança deve ser uma preocupação se tiver crianças em casa. Como tal, pode proteger a tua varanda com uma das seguintes soluções: rede, acrílico, vidro. Terá mais sorte se esse espaço já tiver paredes/muros. 

Este conteúdo é uma reprodução do Idealista News.“Ideias de decoração para transformar a varanda ou pátio num lugar de sonho”. Pode visualizar o artigo na sua integra através do seguinte link: https://www.idealista.pt/news/decoracao/espacos/2020/08/10/44237-dicas-para-transformar-a-varanda-num-lugar-de-sonho

Traga um pouco de cor e natureza para dentro de casa

Gostava de trazer mais cor e natureza para dentro de casa e não sabe bem como? Acredite que é mais fácil do que imagina e uma das grandes armas passa pela pintura de interiores. Seja pela pintura de paredes, remodelação de mobiliário ou até mesmo aplicação de papel de parede, qualquer uma destas soluções o vai ajudar a transformar a sua casa num oásis natural! 

Pinte a casa com cores que remetem ao contacto com a mãe natureza

Comecemos então pela dica mais óbvia, mas sempre muito eficaz: a pintura de paredes. Com este truque simples é possível tornar a sua casa num espaço onde se sente verdadeiramente uma inspiração da natureza. E não, não precisa pintar a casa toda de verde ou castanho; muito pelo contrário! Existem várias tonalidades de branco que pela luminosidade que deixam entrar e que, quando combinadas nos restantes elementos decorativos com outras cores, podem resultar muito bem. Depois, tem sempre os tons mais neutros e pastéis, que cumprem muito bem o objetivo.

Experimente grafismos ou ilustrações na parede

Para as pessoas mais arrojadas, esta pode também ser uma boa solução para trazer a natureza para dentro de casa: escolha uma parede de destaque de sua casa – na sala ou quarto, por exemplo, e experimente contratar um profissional para fazer uma ilustração à base de pintura manual. Refira que a ideia passa por transmitir energias de elementos naturais e de tornar a casa mais colorida e com boa vibe. Temos a certeza que vai ficar agradavelmente surpreendido com o resultado! 

Painel de parede alusivo à natureza

Uma outra solução interessante e bem prática passa por aplicar um painel ou papel de parede, solução esta que pode ser mais óbvia – existem vários motivos alusivos à natureza e no caso dos painéis de parede existem imagens que nos remetem para locais verdadeiramente verdejantes e com muitos elementos naturais – mas também pode optar por determinadas cores e padrões que de alguma forma façam remeter para esse imaginário da fauna e flora. Faça sempre uma pesquisa exaustiva e, na dúvida, peça amostras para perceber como poderá ficar o resultado final. 

Remodele os seus móveis com uma pintura 

Vamos deixar-lhe um desafio de bricolage: arregace as mangas, compre o material necessário e dedique-se à remodelação de um ou outro móvel que tenha lá por casa. Quantas vezes já olhou para determinada peça e pensou que está um pouco farto da mesma ou acha que já está bastante danificada? Nada que uma boa lixadela, pintura e eventual alteração de pormenores (ex: maçanetas) não consiga resolver! Olhe bem à sua volta nessa divisória e pense de que forma esse móvel ficaria bem enquadrado em termos de cor e ao mesmo tempo fosse alusivo às cores da natureza. 

Aposte em jardins verticais

Os jardins verticais são uma tendência relativamente recente, mas não há qualquer dúvida de que vieram mesmo para ficar. E há tantas soluções diferentes! Seja para uma pequena área exterior ou até mesmo para uma zona onde haja uma boa exposição solar direta e indireta (normalmente a cozinha é um bom exemplo), este tipo de instalação funciona muito bem para tornar os espaços mais harmoniosos e naturais. Aposte em plantas de fácil manutenção e delicie-se com o resultado.

Horta de aromáticas calha sempre bem

Na onda também do jardim vertical, pode sempre apostar numa bela hortinha de aromáticas. Escolha as suas ervas favoritas, compre um conjunto de vasos que pode depois sempre personalizar e pintar com cores do seu gosto e que remetam à natureza e exponha esse cantinho das aromáticas orgulhosamente em sua casa. Além de tornar o seu lar mais agradável, acolhedor e esteticamente apelativo, vai conseguir caprichar ainda mais nas suas criações culinárias! 

Este conteúdo é uma reprodução do Habiríssimo.“Traga um pouco de cor e natureza para dentro de casa”. Pode visualizar o artigo na sua integra através do seguinte link: https://projetos.habitissimo.pt/projeto/traga-um-pouco-de-cor-e-natureza-para-dentro-de-casa

Feng shui em casa: como aplicá-lo em 10 passos simples

Saber como aplicar o feng shui em casa obriga ao cumprimento de alguns pressupostos. Identificamos quais para que o possa fazer em sua casa.

Se quer descobrir como aplicar o feng shui em casa de forma simples e objetiva, nós reunimos especialmente para si algumas ideias e diretrizes que o vão ajudar a colocar em prática esta filosofia, especialista em captar as melhores energias.

Portanto, aprenda connosco como aplicar o feng shui em casa e atraia para sua casa saúde, bem-estar e prosperidade que são, afinal, 3 dos pilares principais da vida de todos nós.

Como aplicar o Feng Shui em casa? Nós ensinamos

1. Cama

No quarto, a cama deve ficar junto a uma parede que não tenha janelas, nem portas. Ela pode ficar voltada para a porta, desde que não com os pés da cama.

Apesar de haver muitas camas que já não a têm, segundo o feng shui é importante que a cama tenha cabeceira, pois ela simboliza segurança.

2. Harmonia

O feng shui defende a harmonia e, para tal, há elementos que esta filosofia julga essenciais, sobretudo num quarto dividido por 2 pessoas. Decore o espaço com 2 mesas de cabeceira iguais, cada uma das quais colocada de um dos lados da cama.

As cortinas compridas, que vão até ao chão, são também uma forma de tornar o quarto acolhedor e contribuir para esse sentimento de harmonia, aconchego e carinho entre as pessoas que dormem naquela divisão.

3. Espelhos

Mais do que usar ou não espelhos, aquilo que o feng shui toma em atenção é o posicionamento dos mesmos. Ou seja, de acordo com esta filosofia, os espelhos não devem refletir a cama e devem ser amplos. Isto, porque o reflexo da cama pode provocar insónias.

No hall de entrada, pode colocar um espelho ao lado da porta, já que tal dá a sensação de ampliar o espaço. Na sala, deve pendurar um espelho frente à mesa de jantar, pois isso ajuda a trazer prosperidade para a casa. Se tiver um corredor muito extenso que termina numa porta, então aí também pode preencher uma parede com um espelho, o qual ajuda a captar energia.

4. Cores

Todos sabemos que cada cor acarreta alguns significados e provoca outras tantas sensações, pelo que o feng shui também tem uma palavra a dizer sobre esta matéria. No quarto, por exemplo, é preferível usar cores claras, que convidem ao repouso e ao relaxamento.

Em espaços pequenos, devem evitar-se tons escuros, porque eles podem tornar o ambiente depressivo e fazer a divisão parecer ainda menor. Em áreas maiores ou para pintar apenas uma parede, pode optar por cores fortes e vibrantes como o vermelho ou o laranja, por exemplo, o qual transmite ação e movimento.

Se toda a casa for pequena, aposte em paredes de tons claros e deixe as cores mais vivas para os objetos decorativos.

5. Organização

Para o feng shui, arrumação é a palavra de ordem. Portanto, recorra a muitas caixas de arrumação que permitam manter tudo no devido lugar. Tal contribui para a clareza mental.

Portanto, trate de separar as contas para pagar dos exames médicos e evite amontoados de papel.

6. Sala de estar

A zona de receber e de estar com os convidados deve ser confortável. Coloque o sofá, as poltronas e as cadeiras voltadas para a porta, para que nunca esteja de costas para quem entra.

Modelos em L ou em U cumprem bem este pressuposto e devem ser preenchidos com almofadas de cores alegres, estampadas e com tecidos bem macios.

7. Armários da cozinha

Para o feng shui, os armários da cozinha são o reflexo da sua carteira. Portanto, trate de os manter bem organizados e sem produtos com a validade expirada.

Recipientes sem tampas ou partidos também devem ser descartados. Itens cortantes como facas e tesouras devem ser bem guardadas e nunca estarem expostas.

8. Fogão

Esta filosofia oriental defende que o fogão é símbolo de saúde e prosperidade. Por essa razão, ele deve estar sempre limpo, a funcionar a 100% e a ser utilizado com alguma regularidade.

9. Plantas

As flores, como seres vivos que são, têm impacto no nosso dia a dia. Elas fazem-nos sentir bem, além de darem uma graça especial à decoração da nossa casa. Prefira espécies práticas e fáceis de cuidar, para que tenha sempre plantas frescas e viçosas. Combine, ainda, flores brancas com verduras e capte as melhores energias.

Alguns exemplos de boas espécies para ter por perto são os lírios, pois renovam o ar, a espada-de-São-Jorge, porque é protetora e indicada para colocar em varandas e nos WC, ou a árvore-da-felicidade, propiciadora de bons relacionamentos.

10. Iluminação

Não descure na iluminação, evitando por tudo ter zonas escuras em casa. Coloque candeeiros de mesa nas áreas menos iluminadas e privilegie sempre a iluminação natural, deixando entrar a luz solar pelas janelas e portas. Para isso, prefira também cortinas leves e transparentes e paredes e tetos claros para refletirem essa mesma luz.

Existem, já, muitos mitos e preconceitos relativos a esta filosofia oriental. Por essa razão, é tão importante saber como aplicar o feng shui em casa, sem cair em fundamentalismos ou medidas inconcebíveis.

Siga as sugestões que lhe deixámos e descubra como aplicar o feng shui em casa pode ser fácil e trazer muitos benefícios para o ambiente da sua habitação, tornando-a mais bem energizada e cheia de vitalidade.

Este conteúdo é uma reprodução do Idealista News.“Feng shui em casa: como aplicá-lo em 10 passos simples”. Pode visualizar o artigo na sua integra através do seguinte link: https://www.e-konomista.pt/como-aplicar-o-feng-shui-em-casa/

6 truques para transformar facilmente um quarto de bebé num quarto de criança

À medida que vão crescendo, as crianças vão também desenvolvendo novos gostos. E é fácil transformar os espaços com apenas algumas mudanças.

Todos nós sabemos a dedicação e o tempo que é investido na montagem de um quarto de bebé, ainda assim, este tem um prazo de validade muito curto. Os bebés crescem de dia para dia, começam a andar, a falar, ganham uma certa independência, passam pela fase de introdução de alimentos e, de repente, a poltrona de dar de mamar já não faz sentido.

À medida que vão crescendo, as crianças vão também desenvolvendo o seu gosto e começam a preferir cores mais vivas, ao contrário das cores mais suaves de um quarto de bebé. Mostramos-te alguns truques que te ajudarão, seguramente, a transformar um quarto de bebé num quarto de criança.

1. Substituir o berço por uma cama de criança

Caso o berço do bebé tenha grades de proteção removíveis, podemos simplesmente retirar uma proteção lateral, permitindo à criança ter liberdade para sair e entrar na cama quando quiser e assim conseguimos que o berço tenha uma maior durabilidade. Caso não seja este o caso, recomendamos que compres uma cama própria para crianças, que se carateriza por ser baixa e em que podemos usar o colchão e a roupa de cama que já tínhamos.

Se quisermos fazer um investimento a longo prazo, pensando já na fase adolescente, aconselhamos a comprar uma cama de tamanho normal. Neste caso, convém adicionarmos uma proteção nas laterais e um banco para ajudar a criança a entrar e sair da cama por conta própria.

2. Adaptar o trocador/muda-fraldas

À medida que o bebé vai crescendo vai deixando as fraldas de lado, pelo que o trocador deixa de fazer sentido. Desta forma, podemos aproveitar da melhor maneira este espaço. Sugerimos que utilizes este espaço como arrumação para os livros e brinquedos da criança. É importante utilizar um móvel baixo ou caixas, de modo a que a criança tenha acesso fácil e não dependa de ninguém de cada vez que queira brincar com o seu brinquedo preferido.

Levar também em conta que agora temos de ter os cremes, loções, pomadas, tesouras, fora do alcance da criança. Recomendamos que os guardes fora do quarto da criança, assim tens a certeza de que a criança fica em segurança no seu quarto.

3. Criar espaço para muita diversão

Ter espaço suficiente para brincar é incrível. E existir espaço disponível no quarto da criança também ajuda a manter o resto da casa mais arrumada e com menos brinquedos espalhados.

Este é o lugar perfeito para uma tenda, uma casa de bonecas, mini cozinhas ou uma mini mesa e cadeiras. Pergunta à tua criança de que é que ela gosta. É importante que elas também tenham um papel ativo na reformulação do seu quarto, permitindo-nos, assim, conhecer mais a fundo quais são os seus gostos e preferências.

4. Reorganizar

Nesta fase de crescimento, as crianças começam a ficar muito orgulhosas de tudo e do que conseguem fazer por conta própria. Por isso, temos de ter em consideração onde e como guardamos as coisas, nomeadamente a roupa.

Quando a criança começa a ficar mais independente, provavelmente vai querer vestir-se sozinha e abdicar da ajuda de um adulto. De modo a que a criança comece a criar os próprios conjuntos, reorganiza as roupas para que estas sejam apropriadas à estação atual e de modo a que estejam nas prateleiras inferiores e nas gavetas de baixo, ficando assim de fácil acesso.

5. Decoração

A tendência nos dias de hoje é ter um quarto de bebé o mais neutro possível em relação ao género, permitindo que não surja a necessidade de ter de alterar a decoração muito cedo.

Mas se tiveres algum orçamento reservado para alterar alguns detalhes, ótimo. Pode ser um bom momento para alegrar o quarto das crianças e pintar as paredes (ou apenas uma parede) com uma cor mais alegre. Basta escolher uma que acrescente alguma personalidade ao quarto. Não esquecer de perguntar qual a cor de que elas mais gostam e se estão de acordo com a cor que escolherem.

As paredes escuras deixam o quarto muito pesado, sendo que a criança precisa de um quarto luminoso pois é mais relaxante e reconfortante. A madeira clara, a cor branca ou os tons pastel são excelentes alternativas. Também existe a possibilidade de utilizarmos papel de parede, tornando o quarto mais divertido. Ter em atenção para não utilizarmos nenhum que tenha padrões ou desenhos muito grandes, pois isto não facilita a concentração da criança nas diversas atividades, comprometendo o seu desenvolvimento.

É importante referir que a decoração do quarto deve ser modificada de acordo com a idade da criança, adaptando-se sempre à mesma. Muda os quadros para outros com temas mais maduros/adultos. Adiciona mais texturas e padrões ao quarto, ao adquirir almofadas de tamanhos diferentes, tapetes e mantas coloridos.

Ter um espelho adequado à sua altura é muito importante para a sua interação e para reconhecerem a sua própria imagem, fundamental no seu correto desenvolvimento. Acrescenta também um gráfico de crescimento para que os teus filhos possam acompanhar a sua altura.

O principal ponto a ter em conta no momento de fazer um investimento na decoração é considerar a longevidade das peças decorativas. Adquire peças neutras e clássicas de modo a que não seja necessário substituir por outras num curto espaço de tempo e que possam ter mais que um propósito.

Faz o mesmo para os itens de banho, como por exemplo, as toalhas com capuz. Deixe que a criança seja responsável por recolher o que precisa para a hora de banho, fazendo com que a se torne mais autónoma, algo muito importante para o seu desenvolvimento.

6. Segurança

Num ambiente com elementos ao alcance da criança, não nos podemos descurar com a segurança. Por isso, é importante ter em consideração o seguinte:

  • Evitar móveis ou outros elementos com quinas;
  • Não usar quadros com vidro, preferir o acrílico:
  • Fixar os objetos e móveis à parede com fita dupla face (evitar os pregos);
  • Esconder e proteger as tomadas.

No geral, uma transformação de sucesso de um quarto de bebé para um quarto de criança passa por permitir à criança independência num lugar que seja seguro e que lhe permita um correto desenvolvimento da personalidade e competências. Portanto, tem a certeza de que o quarto novo permite à criança brincar à vontade, sem ser necessário pedir ajuda a um adulto. Além disso, confirma também que se sente confortável em deixar a criança sozinha, o que significa colocar os riscos fora de alcance, removendo qualquer tentação de trepar móveis ou objetos.

As crianças normalmente são muito curiosas e destemidas, portanto permite que elas usufruam de um espaço em que se sintam seguras e, em seguida, respira fundo e aproveita. Esta fase passa num instante.

Este conteúdo é uma reprodução do Idealista News.“6 truques para transformar facilmente um quarto de bebé num quarto de criança”. Pode visualizar o artigo na sua integra através do seguinte link: https://www.idealista.pt/news/decoracao/espacos/2020/07/06/43866-truques-para-transformar-facilmente-um-quarto-de-bebe-num-quarto-de-de-crianca