Casa sustentável: como conseguir uma em poucos passos

Se conseguir uma casa sustentável é uma preocupação sua, não deixe de ler o artigo que preparamos para si com dicas que valem ouro!

Na hora de construir ou transformar uma casa sustentável, há alguns aspetos importantes que devemos ter em conta. Este tema é cada vez mais importante e necessário, visto que o nosso planeta já esgotou todos os seus recursos e vivemos numa lógica de “crédito”.

Cabe a cada um dar também o seu contributo. Afinal, se cada um fizer a sua parte, o mundo ficará bem melhor, o ambiente agradece e a nossa saúde também!

As 11 dicas imperdíveis rumo a uma casa sustentável

Seja por questões de poupança económica, por valores ecológicos e sustentáveis ou porque quer (e bem) fazer a sua parte para o bem do ambiente e do planeta, existem 1001 coisas que pode facilmente implementar e colocar em prática na sua casa.

Vamos todos poupar os recursos naturais e viver uma vida mais sustentável? O ambiente e a carteira agradecem!

1. Localização

Se está prestes a escolher a sua nova casa, tenha em conta a localização da mesma, pois este aspeto tem uma grande influência no desempenho e necessidades térmicas do edifício e, por consequência, no facto de ser ou não uma casa sustentável.

Se for possível, prefira um local arejado, com pouco trânsito e áreas verdes por perto, logo menos poluído. E por que não reabilitar uma casa já existente ao invés de construir?

2. Orientação

Apesar de ser um tema a que muitas pessoas (por inexperiência) não dão grande valor, a verdade é que este item deve ser sempre verificado. As casas viradas para sul têm uma necessidade de aquecimento menor no Inverno devido à incidência do sol nesta orientação, pelo que deve deixar para o lado norte da sua habitação divisões como casas de banho, despensa ou arrumos, que necessitam de pouca ou nenhuma abertura para o exterior.

É a norte que se originam grandes perdas térmicas através do vidro durante o Inverno e são estas as casas mais suscetíveis de apanharem mais humidade. Caso lhe seja possível, prefira sempre uma orientação a sul.

3. Luz natural

Aproveite ao máximo a luz natural para efetuar tarefas durante o dia, sendo que sempre que necessitar de iluminação artificial deverá optar por lâmpadas de baixo consumo ou led e por iluminação localizada para conseguir uma casa sustentável.

E se está a pensar no rombo que vai ser para o orçamento mudar as lâmpadas, acredite que a médio prazo compensa!

4. Equipamentos energicamente eficientes

Equipe a sua casa com eletrodomésticos de classe energética superior, preferencialmente A+++. Sim, o investimento inicial é mais avultado, mas o desempenho e baixos consumos compensam logo a partir da primeira utilização.

E não tem que gastar muito dinheiro de uma só vez: vá fazendo a troca aos poucos. Esteja atento às promoções e campanhas (muitas vezes consegue bons negócios com retomas).

5. Isolamento

Um bom isolamento é meio caminho andado para conseguir uma casa sustentável. Opte por caixilharias com corte térmico, fabricadas de forma a promover uma redução da transmissão térmica entre 40% a 60%, e vidro duplo para uma melhor conservação de energia.

Além disso, as caixilharias devem possuir grelhas de ventilação para facilitar a renovação do ar, aspeto de extrema importância para que se mantenham as condições de salubridade no interior dos edifícios.

6. Escolher a tinta certa

Sabia que as cores utilizadas nas fachadas e coberturas também influenciam o conforto térmico? Uma fachada branca pode absorver até 25% do calor do sol, mas se for pintada num tom mais escuro e quente pode absorver até 90%! Prefira as cores mais claras e consiga mais eficiência até pela fachada!

7. Invista em mecanismos de poupança

Para poupar água e conseguir uma casa sustentável, por que não dotar os autoclismos de dispositivos de dupla descarga? Além disso, hoje existem sistemas que permitem aproveitar a água do lavatório para a sanita.

Dica extra: Se colocar 1 ou 2 garrafas de água, com areia no interior, dentro do depósito do seu autoclismo, pode poupar até 3 litros de água por descarga! Um outro mecanismo que existe à venda em qualquer loja da especialidade são uns adaptadores de torneira que permitem poupar até 50% da água normalmente gasta.

8. Atenção aos banhos

Bem sabemos o bem que sabe, mas deve mesmo evitar banhos demorados. Além de estar a desperdiçar muita água, está a gastar energia em vão! Saber poupar energia é meio caminho andado para uma casa sustentável.

No caso de ter uma banheira, deixe os banhos de imersão para aqueles dias verdadeiramente especiais e raros.

9. Reutilize ao máximo

Renda-se à reutilização de materiais para outros fins, de forma a aproveitá-los e evitar o desperdício de recursos. E não, não falamos só de reciclagem no sentido puro e duro! Utilizou um frasco de vidro? Por que não transformá-lo num belo vaso? E os pacotes de polpa de tomate? Podem servir de mini vasos para plantar ervas aromáticas. Dê asas à imaginação e seja mais sustentável.

10. Ventilação natural

Este item é bastante importante para conseguir uma casa mais saudável e sustentável: ventilação! Durante o dia, enquanto não estiver ninguém por casa, deve deixar a sua casa arejar naturalmente, mantendo as janelas abertas. E mesmo nas alturas de inverno, sim! Só assim garante que não aparecem manchas de humidade indesejadas.

Se, por acaso, está a pensar comprar um termostato, opte por um programável, para conseguir ligar o aquecimento/arrefecimento apenas quando é realmente necessário.

11. Não use máquinas quase sem carga

Faça mesmo um esforço e não utilize as máquinas com pouca carga, seja a da loiça ou a da roupa! Além de ser uma atitude muito pouco ecológica, está a desperdiçar imensa água e energia.

Além disso, pode aproveitar a água descartada pela máquina durante a lavagem para lavar a varanda ou o jardim, por exemplo.

Este conteúdo é uma reprodução do E-Konomista “Casa sustentável: como conseguir uma em poucos passos”. Pode visualizar o artigo na sua integra através do seguinte link: https://www.e-konomista.pt/artigo/formas-de-conseguir-uma-casa-sustentavel/


Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

code