4 tipos de piso que pode pôr sem tirar o atual

Seja por questões estéticas, seja pelo desgaste do piso, chega sempre uma altura em que precisamos de trocar o chão da nossa casa. Muitas vezes, nem realizamos estas obras, já que estas implicam muito tempo, dinheiro e sujidade. Mas sabia que pode ter um piso novo sem necessidade de grandes obras e de forma rápida e fácil? Deixamos-lhe aqui uma pequena lista de pisos que podem ser colocados por cima do que já existe, para que possa tirar as suas conclusões!

Primeiro passo: Avaliar o estado do solo

Seja qual for o tipo de piso que quer colocar na sua casa, é necessário realizar primeiro uma avaliação do estado do pavimento que já tem. Veja se existem partes soltas ou desníveis, já que é muito importante que a base esteja perfeitamente nivelada, para que o novo solo possa ser colocado corretamente. Pode também ser necessário ajustar a altura das portas ao colocar o novo piso, já que a sobreposição dos materiais irá aumentar a altura do solo alguns milímetros. Um profissional qualificado pode ajudar nesta etapa.

Se não quer trocar, restaure

Se tem um piso em madeira, pode sempre restaurar o que tem antes de colocar o novo material por cima, o que vai ajudar a valorizar a sua casa e a deixar a divisão com ar de nova. Pode conseguir bons resultados lixando e colocando camadas de verniz ou de resina à base de água.

1. Piso Vinílico

Os pisos vinílicos são uma boa escolha, já que imitam na perfeição outros materiais, como a madeira, e são rápidos de colocar, já que são colados por cima do pavimento existente através de uma cola ou adesivo que já vem no rolo. Existem também modelos de clique, que se encaixam uns nos outros. O vinil tem uma espessura muito pequena, de 3 mm, e está disponível em vários modelos e cores que podem ser aplicadas em superfícies de mármore, cimento, granito, porcelana e cerâmica. Pode também ser colocado em casas de banhos e cozinhas, já que são resistentes à humidade.

2. Linóleo

O linóleo é feito principalmente à base de óleo de linhaça, que é depois misturado com outros materiais, como pedra. Devido à sua composição, é um revestimento natural e biodegradável, que pode ser encontrado em rolos, tábuas ou peças de encaixe, que depois são coladas ao piso existente. A sua espessura é mínima, estando entre os 2 e os 4 milímetros.

3. Laminado

Também conhecido como soalho flutuante, este revestimento consiste em pequenas tábuas que cobrem o pavimento mediante um sistema de encaixe. Pode ser colocado por cima de cerâmica, pedra, madeira, azulejos ou porcelana, sem qualquer problema. Apenas deve evitar a sua aplicação em carpete. A sua espessura costuma ser de entre 7 a 12 mm.

4. Resina Epóxi

A resina é uma boa forma de dar um novo visual ao seu lar de forma rápida, já que se pode aplicar em cima de pisos já existentes. No entanto, não se recomenda a sua colocação por cima de pisos de madeira, já que, com o tempo, pode estragar o piso. A resina permite que tenha um acabamento sem juntas e liso, sendo muito fácil de limpar. É também impermeável, antideslizante e resiste muito bem aos efeitos do sol. A aplicação da resina deve ser feita por um profissional qualificado.

Este conteúdo é uma reprodução do Habitissimo.“4 tipos de piso que pode pôr sem tirar o atual”. Pode visualizar o artigo na sua integra através do seguinte link: https://projetos.habitissimo.pt/projeto/4-tipos-de-piso-que-pode-por-sem-tirar-o-atual


Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

code