10 truques que aprendemos com as casas mais pequenas

Bendito espaço. Quantas vezes choramos a implorar para ter um pouco mais em casa… e é que, à medida que nos tornamos mais velhos, parece que acumulamos mais e mais objetos, mais e mais roupas e muitas lembranças que não sabemos onde colocar (de onde trouxe eu essa horrível máscara tribal?). Além de realizar uma limpeza de vez em quando (não, não precisa de ficar com todas as lembranças de casamento dos seus primos), também existem alguns truques para poder aproveitar o espaço das casas mais pequenas. Mostramos alguns. Toma nota e ponha mãos à obra.

Móveis até o teto

O armazenamento é essencial nas casas em que temos pouco espaço. Menos espaço traduz-se em menos paredes para colocar armários e estantes. Alguma solução interessante? Sim, muitas, por exemplo, colocar móveis até ao teto. São uma vantagem, pois graças a esses móveis (por exemplo, na cozinha) irá ganhar altura extra para colocar as suas coisas. Além disso, esteticamente, ficam muito elegantes, tanto com portas lisas como com grandes vitrais.

Unificar divisões

No abc das casas pequenas, a unificação de divisões está na ordem do dia. Ter uma divisão multifuncional não só facilita o dia-a-dia, mas também faz com que o espaço pareça muito mais amplo. Normalmente, é utilizada em dependências como a cozinha, sala de estar e sala de jantar. Ter um 3 em 1 pode ser a solução para dar luz e espaço à sua casa. Pode fazer, além disso, a divisão entre as diferentes áreas com os móveis. Por exemplo, com o sofá ou a mesa da sala de jantar. Também pode fazer esta divisão criando diferentes alturas, usando pequenos degraus.

Uma cozinha equipada com o essencial

Não, não precisa de grandes cozinhas no seu pequeno apartamento. O certo é que se pode simplificar uma cozinha tendo o básico, o essencial. Uma zona para cozinhar, com forno e placa, uma zona de água para o lava-loiças, o frigorífico e uma pequena área para preparar a comida será mais do que suficiente. Além disso, também pode incluir outros truques como o uso de cores claras (o branco funciona sempre) ou a colocação de prateleiras, já que elas aliviam muito o espaço e permitem um bom armazenamento.

Paredes de vidro que dão amplitude

As paredes de vidro vieram para facilitar muito a vida. Estas paredes de vidro são usadas para separar espaços tanto em casas grandes como em pequenas. No entanto, é nas casas mais pequenas, onde se tira maior proveito. As paredes de vidro permitem que a circulação da luz seja a ideal. Não às paredes, não às divisões escuras. Conseguir delimitar os espaços, mas criando uma sensação instantânea de amplitude. Pode usá-las em quartos, separando a casa de banho principal do resto do quarto ou em áreas mais amplas, como a sala de jantar e a cozinha. Tem uma pequena divisão à que não chega luz? Coloque uma parede de vidro entre a sala de jantar e esse espaço para que a sua casa pareça muito maior.

Espaços úteis em qualquer canto

Numa casa atual, há certos elementos que não podem faltar. Por exemplo, será essencial um escritório no qual pode trabalhar, rever correspondência ou simplesmente usar o computador. Se acha que a sua casa é pequena demais para ter um estúdio, olhe atentamente para os pontos mortos. Para aquelas paredes que não são suficientemente aproveitadas. Duas colunas, por exemplo, podem ser o melhor lugar para colocar, neste estúdio improvisado, um canto de leitura. Use os móveis-de-obra ou as estantes sob medida, assim vai conseguir aproveitar os metros, por poucos que sejam.

Sem medo dos tetos inclinados

Se tiver um pequeno apartamento que, além disso, conta com tetos inclinados, não desespere. Longe de serem um inconveniente podem tornar-se numa grande vantagem. Esteticamente são tetos muito interessantes. Mas, além disso, é possível adaptá-los qualquer espaço. Numa casa de banho, por exemplo, reserve a parte mais baixa do teto para colocar estantes-de-obra ou móveis sob medida, para fins de armazenamento. A parte mais alta do telhado pode ser usada para colocar uma banheira ou lavatório e o espelho.

Móveis que não tocam no chão

Gostaria de poder criar uma sensação de espaço maior com seus móveis? Muito simples, aposte nos móveis suspensos. São muito mais leves à vista, além de permitirem uma limpeza mais a fundo. A sala de jantar, sala de estar ou hall de entrada, são locais em que poderá ficar bem este tipo de mobiliário. especialmente quando falta espaço. Armazenamento, estética e leveza num só móvel.

Portas de correr, um clássico

Sim, as portas de correr são um clássico nas casas mais pequenas. Porquê? Muito simples. As portas de correr evitam o espaço de abertura, pelo que economizam espaço. São muito úteis para divisões como pequenas casas de banho, para a cozinha ou até mesmo para uma pequena sala que quer ser independente da sala principal.

Armazenamento sob o chão

Leu bem, é possível armazenar coisas debaixo do seu chão. Os azulejos convencionais talvez não sejam os mais adequados para esta ideia, mas sim, é possível construir uma elevação com materiais como a madeira ou até mesmo com materiais sintéticos que a imitam. Sob as tábuas, pode criar pequenas aberturas para armazenar desde brinquedos até roupas e têxteis do lar.

Uma paleta de cores adequada

É um truque mais estético do que qualquer outra coisa, mas as paletas de cores são importantes em casas pequenas. Pode usar perfeitamente cores vibrantes e vivas, os espaços mais pequenos são muito mais amplos ao olho humano se utilizar cores neutras e claras. Observe que neste último exemplo, uma paleta de brancos pode ser acompanhada de cinza, criando um espaço unificado com um fio condutor na cor, que além disso, parece maior.

Este conteúdo é uma reprodução do Habitíssimo.“10 truques que aprendemos com as casas mais pequenas”. Pode visualizar o artigo na sua integra através do seguinte link: https://projetos.habitissimo.pt/projeto/10-truques-que-aprendemos-com-as-casas-mais-pequenas


Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

code